quarta-feira, 29 de abril de 2015

PNEU - Cuidados para Economizar

Montagem / desmontagem


  • Devem ser efetuadas preferencialmente por profissionais capacitados de nossa Rede de Revendas com ferramentas e processos adequados, além de máquinas adaptadas.
  • As rodas devem ser adequadas à dimensão do pneu e estar em perfeitas condições.
  • Pneus novos "TT" (com câmara) deverão ser montados com câmaras novas.
  • Pneusnovos"TL"(semcâmara)deverãosermontadoscomválvulas novas.
  • Em um mesmo eixo, empregar pneus com a mesma dimensão, modelo, índice de carga e velocidade.
  • Verificar,antesdamontagem,seosíndicesdecargaevelocidadedo pneu se adequam ao modelo do veículo e ao tipo de utilização.


ALINHAMENTO

    O alinhamento dos pneus tem a função de manter as rodas do veículo o mais paralelo possível, sem irregularidades entre os ângulos de um mesmo eixo ou entre os diferentes eixos. Isso evita desgastes anormais rápidos, que comprometem a durabilidade dos pneus.
Benefícios de alinhar os pneus do caminhão ou ônibus
1. Aumento da vida útil e preservação da integridade estrutural do pneu;
2. Menor resistência à rodagem;
3. Aumento da vida útil dos vários componentes de suspensão;
4. Possibilidade de fazer ressulcagem
Alinhamento e balanceamento andam de mãos dadas
    Sempre que você for checar o alinhamento do seu veículo, é muito importante que também faça o serviço debalanceamento dos pneus.

ALINHAMENTO CORRETO DOS PNEUS

    O balanceamento é o equilíbrio de massas distribuído ao longo dos 360º do conjunto Roda + pneu. Quando há maior concentração de massa em uma parte desse conjunto, gera-se um desequilíbrio no mesmo. É por este motivo que há a sensação de trepidação no volante.
Os benefícios do balanceamento para seu bolso
    Quando o conjunto (pneu + roda) do seu ônibus ou caminhão está devidamente balanceados, o desgaste é mais homogêneo na banda de rodagem e, consequentemente, há um aumento da vida útil dos pneus, rolamentos e demais itens da suspensão.
A importância de fazer balanceamentos frequentemente
    É mais comum perceber que o veículo está desbalanceado quando o problema ocorre no eixo da frente. Porém, dificilmente percebem-se as vibrações ou trepidações ( no volante ) quando os pneus do eixo traseiro estão desbalanceados.
    Por este motivo é importante sempre balancear todos os conjuntos ( pneus + rodas) e fazer manutenções frequentes.

Alinhamento

Definição: chamamos de alinhamento o processo de regulagem dos ângulos da direção e suspensão do veículo conforme as especificações do fabricante. Basicamente são 3 ângulos a serem verificados: convergência/divergência, câmber e cáster.
Deve ser efetuado:
  • Em todas as revisões periódicas estipuladas pelo fabricante do veículo ou, pelo menos, a cada 7000 km.
  • Sempre após um impacto forte contra buracos, pedras, guias ou outros objetos.
  • Sempre que houver a substituição de algum elemento da suspensão ou da direção.
  • Toda vez que se notar algum comportamento estranho no veículo, tendendo a ir mais para um lado ou com dificuldade de se manter na trajetória.
  • Quando forem verificados desgastes irregulares nos pneus.
  • Sempre que houver substituição de pneus.

Durante a rodagem, evite...

  • Conduções arriscadas, patinagens, freadas e arrancadas bruscas.
  • Impactos em meio-fio,buracos,cabeceiras de pontes e obstáculos na pista.
  • Cargas e velocidades superiores às indicadas no pneu(ver tabelas de índice de carga e de código de velocidade).
  • Longas paradas sobre produtos poluentes ou derivados de petróleo.
BALANCEAMENTO
    Balanceamento é o processo de compensação feito para equilibrar o conjunto de pneu e rodas do veículo. Ele é importante para evitar o desgaste prematuro dos pneus e dos componentes da suspensão e da direção.  
Definição: é o processo de equilibragem estática e dinâmica do conjunto pneu/roda.
Para que serve o balanceamento dos pneus?
    O balanceamento é necessário para suprimir trepidações que possam ocorrer no volante do carro. Além disto, quando há desbalanceamento, a direção torna-se instável e ocorre um desgaste irregular dos pneus.
Sinais que indicam pneus desbalanceados
    A maneira mais comum de perceber um veículo com pneus desbalanceados é quando o motorista sente trepidação no volante - ou às vezes vibrações no veículo todo – ao alcançar velocidade média de 60km/h.
    Porém, quando os pneus do eixo trativo e dos eixos auxiliares está desbalanceado, é mais difícil perceber as vibrações. Por este motivo é necessário balancear todas as rodas com frequência.
Quando o balanceamento deve ser feito?
  • Sempre que houver substituição de pneus;
  • Sempre que for efetuado conserto em pneus ou câmaras;
  • Por ocasião de vibrações no volante ou guidão;
  • Sempre que houver substituição de elementos do conjunto rodante – por exemplo: pastilhas de freios, rolamento da roda, peças da suspensão, etc;
  • Para conjuntos de  bicicletas ou motocicletas que tenham rodas com raios. Neste caso, verifique periodicamente a tensão e o estados deles;
  • A cada 10 mil quilômetros rodados.

Deve ser efetuado:

  • Sempre que houver substituição de pneus.
  • Sempre que for efetuado conserto em pneus ou câmaras.
  • Por ocasião de vibrações.
  • Semprequehouversubstituiçãodeelementosdoconjuntorodante. 
    Por exemplo: pastilhas de freios, rolamento da roda, peças da suspensão, etc.
  • Para conjuntos empregados em bicicletas ou motocicletas que possuam rodas dotadas de raios. Verificar periodicamente a tensão e o estado dos mesmos, eliminando excentricidades radiais e laterais inexistentes.

BAIXA PRESSÃO NOS PNEUS: UM VILÃO AO SEU BOLSO

Além de aumentar o consumo de combustível, ainda diminui a vida útil do produto

   Você sabia que além de perigoso, deixar seu caminhão ou ônibus com a pressão dos pneus abaixo do indicado pode custar caro ao seu bolso? Há dois fatores principais neste sentido:
Redução da vida útil


    Dirigir com pressão abaixo do solicitado pelo fabricante causa maior deterioramento ao pneu e pode sobrecarregar o sistema de direção. Além disso, a pressão incorreta gera um desgaste prematuro dos pneus. Para se ter uma ideia, um excesso de pressão de 20% representa uma redução de vida da ordem de 28% e, uma pressão abaixo em 20¢ representa uma perda de vida de aproximadamente 22%.



Aumento do consumo de combustível



    A pressão abaixo da recomendada aumenta significativamente a resistência à rodagem dos pneus. Uma pressão de 20% abaixo da recomendada aumenta o consumo em 1,7% (transporte em Longa distância).

Pressão errada é sinônimo de menor segurança
    Além de doer no bolso, a pressão baixa nos pneus causa maior fadiga aos mesmos, o que gera uma falha prematura. No caso de uma pressão alta, a mesma pode ocasionar uma menor aderência. Em ambos os casos, a segurança dos bens e pessoas fica comprometida.

VERIFIQUE A CALIBRAGEM DOS PNEUS

    A pressão correta melhora o desempenho dos pneus e economiza combustível, muito importante manter a pressão correta dos pneus do seu veículo, pois além de melhorar o desempenho do carro e economizar combustível, ainda contribui para sua segurança.

    Quando estão descalibrados, os pneus perdem aderência com o solo. Com isto, há aumento vertiginoso na distância percorrida em casos de frenagens bruscas e maior perigo de aquaplanagem em pista molhada.
    Além dos problemas de segurança, pneus com pressão inadequada também pesam no bolso, pois aumentam o consumo de combustível e as probabilidades de estragos no pneu, comprometendo sua vida útil.
Como saber qual é a pressão correta dos pneus do carro?
    A pressão correta varia de acordo com o tipo de pneu e modelo do carro. Todo fabricante deve informar aos consumidores qual é a pressão ideal dos pneus do veículo.
    Geralmente há um selo com esta informação no próprio veículo. Na maioria das vezes ela se encontra na parte interna da porta, próximo ao pilar de segurança, que fica visível apenas quando as portas do veículo estão abertas.
    Muitos fabricantes também colocam esta informação no para-sol. Caso seu veículo não tenha o selo em nenhum destes locais, basta olhar a informação no manual do proprietário.
Quando é preciso conferir a pressão dos pneus?
    No mínimo uma vez a cada 15 dias ou antes de pegar a estrada ou de longas viagens. Porém, o mais indicado é que o proprietário faça a calibragem dos pneus semanalmente.
    Além disto, quando o carro está muito carregado – com sobrepeso de bagagens, por exemplo -, é possível que o fabricante determine o aumento da pressão dos pneus. Neste caso, verifique a informação correta no manual do veículo.

Pressões

  • Seguir a recomendação do fabricante do veículo.
  • Corrigi-las sempre com os pneus frios, isto é, antes de iniciar a rodagem.
  • Freqüência de correção mínima: duas vezes ao mês, com manômetros aferidos.
Obs.: Nunca retire ar dos pneus quentes, isto é, durante ou logo após a rodagem. Verifique sempre se há fugas lentas de ar pela base ou núcleo da válvula. Coloque sempre tampas nas válvulas.

Indicadores de desgaste

    De acordo com as normas técnicas e de trânsito em vigor, é proibida a circulação de veículos equipados com pneus cuja profundidade dos sulcos da escultura esteja inferior a 1,6mm em qualquer ponto da banda de rodagem.
 

COMO REDUZIR A RESISTÊNCIA À RODAGEM

4 atitudes simples para diminuir a força de resistência e economizar dinheiro

FATORES QUE IMPACTAM NO CONSUMO DE COMBUSTÍVEL.

    O pneu precisa ser flexível para proporcionar conforto e aderência, por isso, durante a rodagem ele se deforma em contato com o solo, aquecendo e consumindo energia, portanto combustível. 
    Para voltar à sua forma inicial após cada deformação, o pneu necessita de energia, sendo que parte dela é perdida em forma de calor. Essa perda de energia é chamada de resistência à rodagem, e esta é responsável por 33% do consumo de combustível de um veículo de carga e passageiro. 
    Portanto no caso do pneu de carga e passageiro, para reduzir o consumo de combustível é preciso reduzir a “resistência à rodagem”.
Podemos concluir que: pneus,resistência à rodagem e consumo de combustível estão diretamente ligados.
A importância dos serviços Michelin para redução da resistência à rodagem (+ Economia de combustível):
  • Manutenção e calibragem dos pneus
    É importante verificar regularmente se os pneus apresentam calibragem correta, perda de pressão, desgastes irregulares, agressões e/ou danos na banda de rodagem, traços de envelhecimento na borracha, objetos retidos na banda de rodagem ou entre geminados, etc. A manutenção correta e calibragem dos pneus diminuem a sua resistência à rodagem reduzindo o consumo de combustível do veículo.
  • Manutenção da Geometria do Veículo
    Uma manutenção correta da geometria do veículo; através do alinhamento e balanceamento, e regulagem dos freios diminuem as forças que se opõem ao deslocamento do veículo, reduzindo assim à resistência à rodagem e conseqüentemente o consumo de combustível.

Fonte: http://www.michelin.com.br/tudo-sobre-carros/mais-info/Verifique-a-pressao-dos-pneus-pelo-menos-uma-vez-a-cada-15-dias.html